segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Saudade.

Hoje eu acordei e a saudade veio com tudo, pulou e me abraçou tão forte que eu sufoquei.
E esse sufoco está até agora, ela teima em continuar apertadinha em mim, não quer me largar.
Aí eu penso em tantos momentos, e tudo dói.
Dói pensar no que eu poderia ter feito, dói lembrar dos sorrisos, dói lembrar do que poderia ter acontecido.
E isso fica me corroendo, machucando e a saudade ali, me fazendo pensar cada vez mais e mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário