quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Confusão.

Fico perdida nos meus pensamentos. São palavras soltas, frases não terminadas, coisas não ditas.
Tanta coisa pra pouco tempo, tanta decisão pra nada, tanto pensamento pra não chegar a lugar algum! Por quê tudo isso? Pra quê tanta tristeza? Acho que é o cansaço, deve ser. E aí eu continuo fingindo, mentindo pra mim, me enganando e seguindo com essa loucura, com o turbilhão.
Preciso fazer um backup de tudo, guardar escondido ou jogar fora, deletar! Formatar meus pensamentos e começar do zero. Poder escolher os programas que quero instalar dentro de mim, quais as imagens que quero guardar, quais os momentos que guardarei, quais as frases que precisarei pra ser feliz.
Ser feliz, eis a questão. É atrás disso que corro, dia-a-dia. Alcanço boa parte da felicidade, mas me perco tanto nos pensamentos insanos que ela corre pra longe, se esconde. E até achar a bendita, pode demorar dias, semanas ou meses. E é aí que me perco mais ainda, vou afundando no meu pequeno oceano de confusões.
Confusões iguais a esse texto. Há.

Nenhum comentário:

Postar um comentário