terça-feira, 8 de março de 2011

Pensamentos soltos.

Às vezes nem eu me compreendo. Como o texto...
 
Fico me perdendo no mundo imaginário que há tanto tempo habita minha mente.
Me perco nas minhas próprias ilusões, no mundo que não existe longe da minha cabeça.
Me perco em sonhos impossível, imagino momentos que não existiram e nunca existirão.
O passado ficou pra trás, ele não vai mudar o futuro, não esse que eu sonho.
Por que eu simplesmente não esqueço? Porra, porque não viver o que eu tenho aqui, agora!!! Tenho a felicidade ao meu alcance, mas eu fico me machucando nessas ilusões, nestes sonhos loucos.
Se era pra ser diferente, que tivesse feito quando dava. Não adianta nada querer mudar o que já passou, o que já morreu.
Morreu. Acabou. Se foi.
Mas dói. Dói pensar que podia ter sido diferente. Dói imaginar que podia ter seguido outro caminho. Não exatamente o que eu sonho, mas um pouco diferente.
Sério, não precisava ser igual as minhas ilusões, mas só de pensar que a pessoa poderia estar viva, passando por mim de moto e abanando ou simplesmente dando OI no MSN... isso já estaria tão bom.
Essa culpa não doeria a cada anoitecer. Essa culpa não me impossibilitaria de sorrir sem dor. Essa culpa não me mataria aos poucos.
Deveria existir um outro jeito de te sentir por perto, sem ser o seu espírito que me ronda, que me assusta, que me culpa.
Aliás, eu viajo e penso que me culpa. Não sei como você se sentia, e isso é pior de pensar.
É horrível pensar em qualquer coisa, nada me consola. Acho que nada poderia me deixar em paz. Penso em um sonho com você, mas eu poderia pensar que seria mais uma ilusão idiota minha, meu subconsciente me dizendo o que eu queria ouvir.
O que eu faço se não posso mudar o que já passou? Se não posso te trazer de volta à vida? O que posso fazer, alguém pode me dar uma luz?

Acho que me sobra ficar com essa culpa pra sempre, me destruindo aos poucos, levando minha alegria, minha felicidade. E pior, destruindo outra vida...
Eu não quero mais isso, como faço pra descer??? É confuso d+. É muita loucura pra uma cabeça só. É muita culpa pra um só coração, uma só vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário