segunda-feira, 22 de outubro de 2012

temporal

...e aí vem a vida, disfarçada de temporal e destrói tudo, com uma ventania danada carrega os sonhos, os planos e a esperança para o outro lado do universo. E como em todo temporal, você precisa recomeçar, reerguer sua vida, seus desejos, seu futuro.
Como acontecem em temporais, você precisa de ajuda para reconstruir o que foi perdido. Mas, totalmente, diferente de um temporal, quando tudo se destrói dentro de nós, não há regras, não há ajuda, é você por si mesmo(a) e ponto final.


Escrito em 19/setembro/2012.

sentir - sentimento - sentido (sem)

Me sinto como se estivesse perdida, em uma outra dimensão, boiando em águas turbulentas, que me leva onde tiver que me levar, que seja em qualquer lugar.
Um lugar distante, longe de tudo e de todos, longe principalmente da felicidade.
Sendo a felicidade uma coisa já distante, algo totalmente intocável, simplesmente algo que não me pertence, que eu não tenho direito.

Escrito dia 05/outubro/2012.

Planejamento sem execução

Quando um jovem morre, principalmente se for nosso conhecido e de morte trágica, seja acidente ou uma doença sem explicação, todos paramos para repensar em certas atitudes.
Passamos a querer modificar nosso jeito de viver e pensar, planejamos que vamos aproveitar mais os nossos dias, sem nos preocuparmos tanto com futilidades, com coisas materiais. Que vamos sair por aí, distribuindo felicidade, sorrisos e abraços. Que vamos ajudar o próximo, e que vamos tratar de ser feliz.
Que deixaremos para trás o ressentimento, o ódio, a tristeza e tudo o que nos faz mal. Planejamos amar mais, sorrir mais, dizer à todos os que são importantes para nós que os amamos, adoramos e não conseguíamos viver sem eles. E que, quando partirmos, não queremos tristeza, queremos que apenas se lembrem do nosso sorriso, das coisas boas que fizemos e dos momentos alegres que passamos juntos.
O problema não está em pensar em tudo isso, em fazer todo esse planejamento, isso é totalmente saudável e esperado, nesse momento. O nosso erro está em apenas planejar, não colocamos em prática, não executamos metade destas promessas. Deixamos passar até a próxima morte, até a próxima tragédia tocar nossas vidas. E aí pensamos em tudo isso de novo, e de novo, até que a tragédia e a morte bata na nossa porta e nos leve, deixando outras pessoas pensando em tudo o que nós chegamos a planejar e deixamos esquecidos em alguma gaveta da nossa mente.

Escrito dia 06/setembro/2012.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Relacionamento

Não me chame apenas de fraca, isso eu já sei que sou.
Pega na minha mão e diz que, se eu não conseguir, você vai estar pronto para me ajudar.
Essa é a lei de um bom relacionamento. Não são só suspiros, não é só desejo, não são só momentos bons. É feito dos momentos ruins também, de segurar a barra do outro quando este precisar.
É estar com a mão pronta para ajudar a levantar, sem contar quantos tombos o outro já levou.
É ouvir, mas também falar. É limpar as lágrimas que caem sem parar, é dar um abraço sem perguntar, sem questionar ou reclamar.
É ajudar o outro dizendo que, se não passar logo, você vai ter paciência e vai estar junto. É compartilhar os problemas, se você não pode resolver o do outro, ou vice-versa, não faz mal, desabafar é humano e não mata.
Se você falar dos seus problemas, não significa que você é fraco ou está pedindo ajuda. Só estará compartilhando um pedaço que o outro precisa conhecer.
Não é só mostrar sorriso e dizer que está tudo bem. Ou falar que teve um problema, mas que o outro já tem problemas que chega, não precisa de mais um.
Relacionamento é feito de amor, carinho, companheirismo, lágrimas, sorrisos, desejo, suspiro, noites mal dormidas, manhãs bem acordadas, pôr do Sol, anoitecer... e o mais importante, é feito de cumplicidade, de problemas e resoluções.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

"É preciso saber viver!"

O que é saber viver?
Ser manipulado e ficar somente com a opinião do restante? Deixar a nossa de lado e viver o modismo atual? Para mudar daqui uma semana de personalidade e de vida?
Ou viver por aí, do jeito que der. Comer o que vier, beber o que o céu mandar. Dormir onde encontrar mais papelão para se cobrir? Ficar vagando por aí, sem saber nada do dia seguinte?
Beber até cair, se for possível, todos os dias, sem lembrar do que aconteceu? Viver em baladas, conhecendo um monte de rostos novos? Viver do momento, com as pessoas que estão naquela noite dividindo um gole de trago?
Ou é simplesmente ser feliz? Sem viver com a importância dos demais, sem viver o que se espera de você. Viver cada minuto, na maior alegria, com o coração recheado de amor. É poder dormir tranquilo, do lado de quem se ama ou sozinho mesmo, mas de alma limpa, de pensamento limpo.
É viver assim, do seu jeito, da maneira que você decidir, do modo que te fizer feliz.



quinta-feira, 17 de maio de 2012

Desânimo

Ah, o desânimo.
É pior que cola, pois gruda e não há nada que faça desgrudar.
Começa a fazer parte de você, mais presente que o ar que você respira.
Traz a tristeza de carona e na mala a solidão.
Despeja sua amiga carência em cima de você, como uma balde de água fria em um dia de inverno.
Te laça com a corda da depressão e te derruba. E se não bastasse, te amarra nas grades do desespero e te deixa ali, sem ar, sem água, sem comida e sem reação.



quinta-feira, 26 de abril de 2012

Saudade

"Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche."
(Martha Medeiros)

É o sentimento que te derruba, quando você pensa que já tinha superado. Aquele que te joga baldes e baldes de lembranças, de sorrisos, de momentos bons. E não te deixa levantar, te arrebata e te joga longe, despejando cada vez mais baldes de alegria já passada.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Ser forte [?]

Eu sei que preciso ser forte, que não tenho que dar ouvidos a certas coisas, fingir que não vi/ouvi/li... mas tá difícil viu? Eu não tenho sangue de barata, não consigo ser uma pessoa fria a tal ponto.
Quanto mais você tenta ser indiferente, fingir que não é com você, que isso não vai te atingir, mais isso te faz mal. Porque chega uma hora que isso te derruba, te atinge de tal modo que você fica sem reação alguma.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Amor

Quando você começa a pensar em uma vida a dois, mil e uma coisas aparecem na sua cabeça.
Quando isso começa a se realizar, duas mil e trocentas coisas aparecem na lista do que comprar.
Mas não é essa a parte interessante, é aquela que você começa a imagina como vai ser tudo, e aí isso vai te alegrando que não cabe dentro de você.
Cada nova coisa comprada é uma comemoração, cada semana não é uma a mais, é uma a menos para chegar, enfim, aquele dia tão esperado.
Não precisa de festa, não precisa de papel e nem de cerimônia. Aquele dia, aquele momento será único, sem precisar de ninguém para ver e nem de foto para relembrar.
Esse momento vai ficar na memória, no coração, para ser lembrado todos os dias, de uma nova vida, da vida para sempre.