quinta-feira, 17 de maio de 2012

Desânimo

Ah, o desânimo.
É pior que cola, pois gruda e não há nada que faça desgrudar.
Começa a fazer parte de você, mais presente que o ar que você respira.
Traz a tristeza de carona e na mala a solidão.
Despeja sua amiga carência em cima de você, como uma balde de água fria em um dia de inverno.
Te laça com a corda da depressão e te derruba. E se não bastasse, te amarra nas grades do desespero e te deixa ali, sem ar, sem água, sem comida e sem reação.



Nenhum comentário:

Postar um comentário